segunda-feira, 27 de novembro de 2017

INICIAÇÃO, o que É?

 A INICIAÇÃO é a passagens, mais proeminente de quem está estudando Magia ou Bruxaria. É um novo nascimento, aonde você passará de um Mundo Profano, para o Sagrado. 

"Mundo Profano" são os turbilhões da vida diária, aonde temos que correr para ganhar o nosso ganha pão; satisfazer nossos ideais de vida, ter nosso dia-a-dia repleto de noções e lições de sobrevivência no mundo caótico. este é o Mundo Profano, ligado ao dia-a-dia.
  "Mundo Espiritual", é o que está dentro de nós, refletindo para fora de nós mesmos. É a consciência de que uma divindade se harmoniza com o Universo e conosco. Assim depois as crenças se dividem, se multiplicam e se transformam. Mas o que falamos é sobre a INICIAÇÃO ao mundo Espiritual, dentro de uma Ordem, Tradição, ou Religiões ou Escolas de Mistério, como a Wicca, Candomblé, Católicos (padres, freiras), a EAM- Escola de Artes Mágikas, etc. Ela é traduzida como um ritual de Mistérios, tendo cada uma seu rito próprio e suas características. São literalmente fechadas, com seus membros, variando com o Grau a que pertencem, podem assistir. Então se tornará uma ligação eterna. O Iniciado com aquela Escola de Mistérios, Ordem, Tradição, etc. Um pacto é selado e deverá ser respeitado. A falta de cumprimento aos juramentos prestados, geralmente causa dor a que os quebra e muitos dissabores. O respeito aos que os Iniciaram é fundamental. Não subserviência, mas respeito e consideração que o discípulo deve ter a Mestra ou Mestre que os ensina. Saibam que o Amor é a base de tudo que existe junto com o respeito. 
Nos dias atuais isso vem sendo desvalorizado com o comercial e aos ensinamentos de mistérios, antes fechados, atualmente são profanados e jogados ao público comum. 
Guardiões: Os Guardiões são fundamentais neste processo:
Há seus guardiões e egrégoras que pertencem aquele local, que protegem e orientam e que vão de encontro aqueles que difamam e não repeitam as leis que rege aquela Iniciação ou seu Iniciador; por isso que muitas pessoas se perdem, por não entender esse momento tão mágiko, caem no seu próprio umbral.
E quando a pessoa desiste?
Há esta opção, porém muito infeliz, pois pra isso é perguntado antes. Porém, de qualquer modo, o compromisso é desfeito, e aquela egrégora já não protege mais. E fica uma fenda em sua vida, como um copo de cristal rachado. Sua vida não é mais a mesma....
Por isso, se deve  lembrar que uma Iniciação é uma grande responsabilidade e um compromisso que dura eternamente, não é uma brincadeira... "Há mais mistérios entre o céus e a terra, do que a nossa vã filosofia".


   

sábado, 25 de novembro de 2017

Dionísio e Pan, Deuses Incompreendidos

 Em parceria com a Tradição Athena Pronaia, a EAM- Escola de Artes Mágikas Divinatórias Alana Morgana, fundada em 1984, homenageia neste mês de Dezembro os Deuses Dionísio e Pan. Dois Deuses bastante incompreendidos. Considerado com o Deus da Loucura, Ele é um Deus de muitas Virtudes. Um de seus epítetos ou qualidades é do Iatros, o Curador; Hugiates, o Dispensador de Saúde! Ele cura as pessoas que nele têm sua fé; Anthios, o Deus de Todas as Coisas Florescentes; Soter, O Salvador! Arreto, o Inefável, entre outros epítetos aonde este Deus têm seu imenso Poder, inclusive de enlouquecer. Mas Deuses Poderosos são assim mesmo!
Pã ou Pan, metade bode e parte com rosto humano, Pan, com seu grito aterrorizante, faz tremer os inimigos!
O termo "pânico" vem Dele. Ele é Megas, o Grande! Ele é Litêrius, o que liberta!
Deuses de grande poder, só lembrado nos seus rituais orgiásticos, mas vamos lembrar que o vinho, em grande parte é um libertador e também um enlouquecedor, dependendo de quem  faz uso!
Ele rege a mente, a cabeça humana, nada mais lógico que seu poder possa inebriar as pessoas, como também alertar de seus perigos.
  A vida humana sempre foi cercada de loucuras e insanidades, provocadas por seus próprios atos, assim como as raras virtudes que se pode lutar diariamente, para se conduzir com ombridade. Vivemos em cada parte do planeta, regidos por leis, sistemas, ordens sociais, egocentrismos, etnocentrismos e muitos centrismos...Culturalmente, o planeta como é lógico,  no passado e hoje, sempre se mesclou. Intolerâncias, religiosas, qual o deus ou deuses mais fortes, sempre existiu. Acabava uma guerra e o outro deus do perdedor caia e ia sendo substituído por outro ou então acrescentava os atributos do outro.
    Dionísio, nunca esquecido, sempre lembrado, mas sempre por seu lado mais humano, aonde brinca com os sentimentos frágeis e o comportamento inócuo do ser humano.
Pan, por sua força de mostrar os instintos dos seres humanos, a parte animalesca e sexual, assim como Diônisios. O Falo é um dos Seus símbolos... Ele é o Senhor de Todas as coisas Florescentes, Ele é o Inefável! Ele é o Salvador!

               Khaire, Diônisios e Pan! Que os Senhores tragam lucidez aos que lhe amam! Que Suas Glórias para sempre Eternas, nos abençoe!
Blessed Be!
Alana Morgana
Senhora, Suma Sacerdotisa, Matriarca e Eldery na Tradição Athena Pronaia (2005)
Fundadora da EAM (1984)





sábado, 11 de novembro de 2017

Prece do Faraó Akhenaton ao Deus Sol Aton

            Prece do Faraó Akhenaton ao Deus Sol, Aton
“Grande Hino a Áton”, inspiração indireta do Salmo 104.




Ó Criador de Toda a Vida,
que apareces na Perfeição da Tua Beleza,
Quão múltiplas são as Tuas obras.
Ó Deus Único, Senhor de toda a Eternidade!
Do Teu Espírito emanam todas as criaturas!
Só o Teu Amor, a Tua Bondade, governam todas as coisas.
Na Natureza estão os Teus Pensamentos,
Pois Tu estás na folha da grama,
no grão de areia,
no raio de luz que flutua no céu,
Assim como no Todo sem fronteiras!
Ó Tu que vives eternamente:
Aspiro novamente o doce aroma
que vem da Tua boca,
Dia após dia, o meu coração
contempla a Tua Beleza.
Tenho desejo incontidos de
novamente ouvir a Tua meiga Voz
e necessito, com todas as forças do meu ser,
que os meus passos sejam guiados
pela beleza da Tua Imorredoura Luz!
Ó Tu que planas acima de todos os firmamentos:
Dá-me as Tuas mãos,
que sustentam o teu Espírito
Que eu possa recebê-Lo
e viver somente por intermédio Dele;
Lembrar Teu nome,
Por toda a Eternidade,
Pois Ele não perecerá jamais!
Faraó Akhenaton – XVIII Dinastia Egípcia – 1365 A.C.





TURMAS DE FORMAÇÃO DE BRUXAS ECLÉTICAS 2018

Os Anjos-Príncipes e os Dias da Semana Também chamados de GÊNIOS